asf@web

Tecnologia, Informação e Expressão

Posts Tagged ‘Claro

Eu quero fazer tethering com o iPhone

with 3 comments

Sou usuário do iPhone 3G na rede da Claro e trata-se de uma experiência bastante satisfatória. Tanto no que diz respeito aos recursos do aparelho/software da Apple quanto dos serviços prestados pela operadora.
Mas ela também não é livre de percalços, vou explicar:
Logo após adquirir o aparelho e contratar os serviços da Claro, percebi que um dos recursos mais bacanas do iPhone 3G não estava funcionando, estou falando do Voicemail. O Voicemail é um recurso de acesso visual a caixa postal de mensagens de voz.
Bem, após seguidas solicitações feitas ao suporte técnico da Claro, finalmente consegui falar com um funcionário da operadora que sabia ao que eu estava me referindo. Ele me ajudou na ativação do recurso (basicamente feita através da rede da operadora).
Mais recentemente ocorreu de não conseguir mais acessar a Internet através do aparelho após meses de uso sem nenhum problema. Entrei em contato com o suporte técnico e me informaram que meu plano de dados seria incompatível com o iPhone! Mas como isso é possível se venho acessando a rede sem problemas esse tempo todo, perguntei!? Fui orientado a modificar o plano de dados e tudo voltou ao normal.
Agora o veradeiro motivo desse post, compartilhar com vocês os detalhes sobre o mais novo desafio que estou enfrentando por ser usuário de uma tecnologia ainda relativamente nova em nosso país.
Acabo de fazer o upgrade do software do iPhone 3G (para o firmware 3.0) e desejo utilizar o aparelho como dispositivo de acesso à Internet em conjunto com o meu computador portátil.
Trata-se de um recurso suportado tanto pelo modelo do telefone que possuo (iPhone 3G), como pela nova versão do firmware. Até sei como proceder para utilizar o recurso sem a necessidade de suporte da operadora, no entanto decidi consultá-los para evitar qualquer eventual dissabor. Para isso entrei novamente em contato com o suporte técnico e vejam a pérola que acabo de receber como resposta à minha consulta:
— início de transcrição de e-mail recebido do suporte técnico da Claro
Prezado Sr. Antonio,
Em atenção ao seu e-mail, informamos que o aparelho iPhone não possui a funcionalidade para utilizá-lo como modem.
Desta forma, não temos o procedimento para auxiliar nesse tipo de utilização.
Sua mensagem foi registrada sob o número de protocolo: 200988590486
Pedimos por gentileza que nos encaminhe as suas solicitações através do nosso site, no endereço http://www.claro.com.br, opção Fale Conosco > Atendimento por E-mail.
Agradecemos o seu contato e ficamos à disposição para esclarecermos eventuais dúvidas.
Atenciosamente,
Samira Abreu
Diretoria de clientes
Informação>  Claro Empresa > Fale Conosco > Rede 19/06/2009 16:44
Prezados Senhores,
Sou um feliz usuário do Apple iPhone 3G na rede da Claro e venho através desta mensagem solicitar informações sobre como devo proceder para utilizar o recurso conhecido por tethering (utilizar o aparelho como modem para acesso à rede 3G) com o iPhone 3G utilizando o novo firmware 3.0 disponibilizado recetemente pelo fabricante (Apple)?
— fim da transcrição
Ao que respondi imediatamente:
“Prezados Senhores,
Gostaria de informá-los que V.Sas. estão equivocados quanto a afirmação de que o iPhone 3G não suporta o funcionamento como modem (tethering). Recomendo que se informem melhor sobre o assunto podendo assim prestar um serviço de suporte técnico de melhor qualidade para vossos clientes.
Portanto insisto no questionamento e aguardo uma resposta razoável.
Enviado de meu iPhone”
Vamos ver no que isso vai dar. Mas já estou resignado e sei que enfrentarei mais uma batalha semelhante aquela do Voicemail.

Sou usuário do iPhone 3G na rede da Claro e trata-se de uma experiência bastante satisfatória. Tanto no que diz respeito aos recursos do aparelho/software da Apple quanto dos serviços prestados pela operadora.

Mas ela também não é livre de percalços, vou explicar:

Logo após adquirir o aparelho e contratar os serviços da Claro, percebi que um dos recursos mais bacanas do iPhone 3G não estava funcionando, estou falando do Voicemail. O Voicemail é um recurso de acesso visual a caixa postal de mensagens de voz.

Bem, após seguidas solicitações feitas ao suporte técnico, finalmente consegui acesso a um funcionário da operadora que sabia do que eu estava faalando (isso mesmo!). Ele me ajudou na ativação do recurso (basicamente feita através da rede da operadora).

Mais recentemente ocorreu de um belo dia eu não conseguir mais acessar a Internet através do aparelho, após meses de uso sem nenhum problema. Entrei em contato com o suporte técnico e me informaram que meu plano de dados seria incompatível com o iPhone! Mas como isso é possível se venho acessando a rede sem problemas esse tempo todo, perguntei?

Fui orientado a modificar o plano de dados e tudo voltou ao normal.

Agora o verdadeiro motivo desse post: compartilhar os detalhes sobre o mais novo desafio que estou enfrentando por ser usuário de uma tecnologia ainda relativamente nova em nosso país (mesmo com grandes empresas comercializando os serviços a todo vapor).

Acabo de fazer o upgrade do software do iPhone 3G (para o firmware 3.0) e desejo utilizar o aparelho como dispositivo de acesso à Internet em conjunto com o meu computador portátil.

Trata-se de um recurso suportado tanto pelo modelo do telefone que possuo (iPhone 3G), como pela nova versão do firmware. Até sei como proceder para utilizar o recurso sem a necessidade de suporte da operadora (Google, alguém já ouviu falar dele?), no entanto decidi consultá-los para evitar qualquer eventual dissabor. Para isso entrei novamente em contato com o suporte técnico e vejam a pérola que acabo de receber como resposta à minha consulta:

— início de transcrição de e-mail recebido do suporte técnico da Claro

Prezado Sr. Antonio,

Em atenção ao seu e-mail, informamos que o aparelho iPhone não possui a funcionalidade para utilizá-lo como modem.

Desta forma, não temos o procedimento para auxiliar nesse tipo de utilização.

Sua mensagem foi registrada sob o número de protocolo: 200988590486

Pedimos por gentileza que nos encaminhe as suas solicitações através do nosso site, no endereço http://www.claro.com.br, opção Fale Conosco > Atendimento por E-mail.

Agradecemos o seu contato e ficamos à disposição para esclarecermos eventuais dúvidas.

Atenciosamente,

Samira Abreu
Diretoria de clientes
http://www.claro.com.br

Informação>  Claro Empresa > Fale Conosco > Rede 19/06/2009 16:44

Prezados Senhores,

Sou um feliz usuário do Apple iPhone 3G na rede da Claro e venho através desta mensagem solicitar informações sobre como devo proceder para utilizar o recurso conhecido por tethering (utilizar o aparelho como modem para acesso à rede 3G) com o iPhone 3G utilizando o novo firmware 3.0 disponibilizado recetemente pelo fabricante (Apple)?

— fim da transcrição

Ao que imediatamente respondi com a seguinte mensagem:

“Prezados Senhores,

Gostaria de informá-los que V.Sas. estão equivocados quanto a afirmação de que o iPhone 3G não suporta o funcionamento como modem (tethering). Recomendo que se informem melhor sobre o assunto podendo assim prestar um serviço de suporte técnico de melhor qualidade para vossos clientes.

Portanto insisto no questionamento e aguardo uma resposta razoável.

Enviado de meu iPhone”

Agora vamos ver no que isso vai dar. No entanto eu já estou resignado pois acredito que enfrentarei uma batalha semelhante aquela do Voicemail.

Written by @antoniofonseca

sexta-feira, 26 junho, 2009 at 8:55 pm

Cuidado com a publicidade da Claro!

leave a comment »

ClaroSe você acessar agora o site da operadora Claro verá estampado na página principal um banner animado promovendo a venda do fantástico iPhone 3G da Apple. Realmente o aparelho é uma maravilha tecnológica, apaixonante em quase todos o sentidos.

Se você resolver clicar no banner, sobre a imagem do iPhone, será carregada outra peça publicitária onde é possível assistir a um vídeo de apresentação do aparelho e também ler várias informações relacionadas ao produto e serviços da Claro (características).

Dentre estas características, mais especificamente a terceira delas, promovida no site da Claro, encontra-se o recurso Visual Voicemail do iPhone. A Claro decidiu chamá-lo de “Interface Visual da Secretária Claro”.

Nome pomposo não é mesmo? Acontece que o serviço não funciona!

Reformulando minha afirmação, ele funciona, mas apenas a parte que cabe ao aparelho da Apple. Quanto a contrapartida da Claro, nem sinal dela.

Estou há 2 meses tentando utilizar o serviço, praticamente sem qualquer sucesso.

Digo praticamente porque ele chegou a funcionar por algumas horas no último dia 14/01 deste ano. Comemorei, fique muito feliz e até liguei para os amigos para compartilhar com eles a minha alegria (estão todos torcendo para que eu consiga fazer valer o meu investimento no aparelho e plano da operadora), mas ela não durou muito.

Nesse momento acabo de registrar mais um protocolo de reclamação com o serviço de suporte da operadora (já perdi a conta de quantos foram até hoje) e vou aguardar mais 5 dias por uma resposta.

Na segunda-feira ligarei novamente para o agente de vendas que me convenceu a assinar o pacote com a Claro. O breve período em que consegui ver o serviço funcionando credito ao empenho do pessoal de vendas, que conseguiu (não me perguntem como) intervir junto a operadora e fazer com que um funcionário da área de engenharia de redes da Claro entrasse em contato comigo.

Continuarei insistindo porque o recurso é bacana e me facilitará a vida. E também porque paguei por ele (está embutido no preço do aparelho).

Quanto a turma do call center da Claro? Do 1052?

Esqueçam, a maioria deles nem sequer sabe do que eu estou falando.

– Voicemail o quê?…

Written by @antoniofonseca

sexta-feira, 16 janeiro, 2009 at 8:25 pm

Publicado em Opinião

Tagged with , ,

Cuidado! Conheça a nossa longa jornada para conseguir acesso à rede 3G da Claro. (Parte 2)

with 7 comments

Dando continuidade ao relato da nossa “aventura” com o plano corporativo de acesso 3G da Claro. Agora virá a pior parte:

No dia 30/09 recebemos o “kit de acesso”. Quase que de imediato o meu aborrecimento com os sucessivos adiamentos para a entrega do material desapareceu.

Abro a embalagem e está tudo lá: a caixinha com o modem, cabos, CD de instalação e manual do usuário, além do SIM card Claro (me perdoem o trocadilho).

Realizo os procedimentos adequados de instalação e para minha surpresa não consigo conexão à rede. Tento uma segunda e uma terceira vez.

Repasso todos os procedimentos, verifico a qualidade do sinal e aparentemente está tudo 100% correto.

Decido então ligar para o telefone de atendimento da Claro (1052) e solicitar suporte. Após selecionar as opções adequadas na URA (Unidade de Resposta Audível) finalmente consigo contato com um atendente do suporte para a rede 3G.

Em conjunto repassamos mais uma vez todos os procedimentos (clássico suporte de primeiro nível) e após minunciosa análise chegamos a conclusão de que pode haver alguma coisa errada ou com meu equipamento (computador + sistema operacional) ou com o modem 3G. É aberto um protocolo de atendimento no sistema da Claro, que compromete-se a dar uma resposta a minha solicitação de suporte com alguma orientação a mais (suporte de segundo nível) em até 72h.

Decido que não vou esperar e me dirijo a única loja oficial da própria Claro em Belém, que fica localizada no Shopping Iguatemi (as demais são apenas franquias).

Ao chegar na loja solicito uma senha e aguardo pelo atendimento.

Durante o tempo em que permaneco na loja, aguardando para ser atendido, acompanho algumas situações pitorescas e uma particulamente hilária:

Chegam algumas pessoas informando estarem interessadas no Apple iPhone, o atendente informa que não há mais nenhuma unidade disponível para venda e elas vão embora.

Eu puxo conversa com o segurança da loja e ele me informa que ainda existem sim, são poucas e por isso estão guardadas para o caso de ser necessário substituir algum aparelho já vendido e que apresente defeito.

No entanto passados mais alguns minutos chegam outras pessoas interessadas (3 pessoas para ser preciso), simplesmente informam que fizeram reserva para o aparelho e sem qualquer verificação aparente são atendidas e saem da loja provavelmente com o seu sonho de consumo da vez.

Porém o acontecimento mais pitoresco que presencio é uma conversa entre uma senhora na faixa dos seus trinta e poucos anos e um senhor idoso (uma pessoa simples, dá para notar) que estava sentando em uma das poltronas da loja aguardando enquanto sua filha era atendida. O senhor foi quem tomou a iniciativa de iniciar a conversa, com um casual:

– Qualquer dia desses só haverá telefone sem fio, você não acha?

A moça responde, sem muita certeza:

– Acho que sim.

Ele emenda:

– É melhor sem fio, porque não tem o fio para atrapalhar.

Ela concorda.

Ele ao observar que algumas pessoas estão saindo da loja com os modens 3G, dispara”

– E aquilo? O que é?

A moça responde:

– É um modem.

E ele:

– Para que serve?

Ela:

– Para acessar a Internet!

Ele:

– O que é Internet?

Imediatamente o ritmo rápido e casual da conversa é interrompido e ela olha para ele com um ar incredulidade:

– O senhor não sabe o que é Internet?

Ele sem esboçar nenhum constrangimento e com toda a naturalidade do mundo responde com um simples:

– O que é Internet?

Agora a sua interlocutora assume uma expressão de espanto ainda maior e gasta algum tempo pensando no que responder. Ela se sai o seguinte:

– Ora, é a rede mundial de computadores!

Depois ela finge interesse em outro ponto da loja certamente para encerrar aquela conversa o mais rápido possível.

Confesso que acompanhar esse diálogo serviu para me fazer relaxar e certamente me ajudou a passar o tempo.

Chamam o meu nome. Me dirijo ao balcão de atendimento. Explico a situação e para minha surpresa a funcionária da loja me diz calmamente que não há nada que ela possa fazer.

Penso que não compreendi direito o que ela está me dizendo e novamente explico a situação. Ela confirma que não há nada que ela possa fazer e explica que só poderia me atender se meu plano fosse pessoa física.

Peço a ela que pelo menos o modem seja testado. Um outro atendente se aproxima e solicita que façamos primeiro um teste no meu computador. Realizamos todos os testes que eu já havia feito anteriormente por conta própria e com o auxílio do atendende da Claro por telefone. Novamente sem qualquer sucesso.

Então ela pega o modem e o conecta a um PC da loja que já estava acessando a Internet através da rede 3G. Ela realiza alguns testes e vaticina: o problema realmente está no seu modem – antes ela já havia verificado a condição da minha “linha” junto a Claro (através de teste no SIM Card).

Pergunto a ela o que devo fazer então? Ele não sabe o que dizer!

Tomo a iniciativa de ligar para consultora de vendas na frente da funcionária da loja e ela, a consultora, me orienta a ligar novamente para a Claro (1052) e informar tudo o que está acontecendo, onde estou, etc e tal.

É o que faço.

Uma atendende do outro lado da linha tenta me convencer de que eu deveria procurar uma assistência ténica do fabricante do modem. Nesse momento quase esqueço que sou uma pessoa civilizada, sou forçado a para tudo o que estou fazendo por uns poucos segundos, respiro fundo e informo calmamente que não sou nenhum palhaço, que não estou pendido favores a ela ou a Claro e que somente sairei da loja com essa situação absurda devidamente resolvida.

Ela me pede para aguardar pois precisa consultar alguém, retorna e me informa que vai abrir uma solicitação para substituição do aparelho.

Informa ainda que acionará a “logística” e que estarei com um equipamento novo em um prazo máximo de 72h – supeito que já ouvi isso antes.

Hoje são 07/10, portanto já se passaram 168h desde que ela acionou a logística e até o momento nada aconteceu…

Agora eu começo a acreditar que a Claro está realmente me tratando como um palhaço.

(continua)

Written by @antoniofonseca

terça-feira, 7 outubro, 2008 at 7:25 pm

Publicado em Info, Opinião

Tagged with , , ,

Cuidado! Conheça a nossa longa jornada para conseguir acesso à rede 3G da Claro.

with 3 comments

Recentemente fomos procurados aqui na empresa por uma consultora de vendas de uma empresa terceirizada pela Claro. Fomos apresentados ao leque de serviços e produtos comercializados pela operadora, dentre eles pacotes de voz, modelos de aparelhos, pacotes de dados e etc.

Como possuímos em vigência um contrato de fidelidade com outra operadora declinamos da maioria das ofertas mas demonstramos interesse pela contratação (e aquisição do equipamento para conexão, o famoso ‘modem’ 3G) do serviço de acesso à Internet em banda larga.

Fomos muito bem atendidos pela consultora e após decidirmos pela contratação do serviço fomos prontamente informados de toda a papelada necessária para a contratação. Cumprimos todas a etapas solicitadas, inclusive com a assinatura de um contrato onde nos comprometemos a não utilizar a rede da Claro para prover serviços de Internet a terceiros – plenamente justificável em virtude de se tratar de uma contratação empresarial e em respeito às normas da Anatel (SCM).

Bem, até este ponto do processo tudo correu sem qualquer sobressalto e não havia qualquer indicação dos vários problemas que estariam por acontecer.

Nos foi informado que em torno de 7 dias úteis receberíamos o modem e o SIM Card habilitado para acesso à rede da Claro. Porém passados 15 dias de espera decidimos novamente entrar em contato com a consultora que se dispôs a verificar o porquê da demora e tentar acelerar o processo.

Foi então que ficamos sabendo que a empresa na qual ela trabalha foi vítima de um assalto e que eventualmente por essa razão ocorreu um atraso no envio dos nossos dados e da papelada necessários a formalização do contrato com a Claro. Mas não sem antes descobrirmos por conta própria (diretamente através do atendimento ao cliente da Claro) – da pior maneira possível (que susto!) – que apesar da assinatura do contrato e do fornecimento da papelada, ainda não constávamos no cadastro de clientes da operadora.

Em nossa conversa com a consultora de vendas solicitamos que ela nos colocasse em contato com seu supervisor, gerente ou responsável pela empresa. Este senhor, aparentemente nervoso e sem muita paciência, tentou desculpar-se pelo atraso usando como justificativa o referido assalto. E assumiu conosco um compromisso de atuar para acelerar o processo de entrega do material necessário para o acesso à rede da Claro em no máximo mais 5 dias.

Concordamos em aguardar por mais este novo prazo e informamos que estávamos preocupados com o rumo que as coisas estavam tomando.

Passaram-se os 5 dias e o compromisso assumido pelo responsável pela terceiriada da Claro não foi cumprido.

Eu, sendo o responsável pela contratação do serviço da Claro e sabendo que se aproximava a data em que precisaria me ausentar da cidade por 10 dias, entrei novamente em contato com a empresa terceirizada. Novamente para combrar a entrega do material e para informá-los do meu compromisso.

Acabei viajando e não recebemos o material.

Um dia após o meu retorno, no dia seguinte (30/09), exatamente 42 dias após a assinatura do contrato, a transportadora contratada pela Claro faz a entrega do “kit” de acesso!

Mas a pior parte ainda estaria por vir!

(continua)

Written by @antoniofonseca

sexta-feira, 3 outubro, 2008 at 11:34 am

Publicado em Info, Opinião

Tagged with , , ,

A próxima semana será bem quente…

leave a comment »

… e eu não estou falando da previsão do tempo!

Hoje foi confirmado pela T-Mobile que o primeiro “Google Phone” será anunciado oficialmente na próxima terça-feira, dia 23 de setembro.

Por aqui finalmente também parece confirmado o início da comercialização do Apple iPhone, através da Claro e Vivo.

Written by @antoniofonseca

terça-feira, 16 setembro, 2008 at 11:31 pm

Publicado em gPhone, Info, iPhone

Tagged with , , , ,

%d blogueiros gostam disto: