asf@web

Tecnologia, Informação e Expressão

Archive for the ‘Windows’ Category

Um lampejo de lucidez vindo do Google

with 4 comments

“Não teremos mais Windows. É uma medida de segurança”, disse uma das fontes. “Muitas pessoas vêm sendo movidas de PCs [com Windows], a maioria para o Mac OS, depois dos ataques na China.” Novos contratados agora recebem a opção de usar um computador da Apple ou um PC com Linux; a autorização para usar uma máquina com Windows deve vir de alguém com patente bem alta na companhia.”

supostamente atribuído a funcionários do Google que não quiseram se identificar (fonte: Financial Times)

Se for verdade, e é bem provavel que seja, trata-se um lampejo de lucidez.

Mas de forma silenciosa essa mudança já está ocorrendo em toda parte, principalmente no que diz respeito a adoção de Macs. Basta ficar atento para o crescente número de imagens de pessoas usando os computadores da Apple que são exibidas diariamente na mídia.

No caso do Linux essa mudança já ocorreu de forma profunda nos datacenters (servidores) com a migração em massa de Windows para Linux, especialmente onde a segurança é um fator crítico para a continuidade dos negócios.

Agora só falta o desktop, uma vez que na plataforma emergente dos smartphones o Linux já ocupa a segunda posição (justamente com o software do Google, o Android) atrás apenas do BlackBerry da RIM. Superando recentemente, com uma pequena margem de vantagem, inclusive o iPhone da Apple.

Leia mais sobre isso no post do MacMagazine.

Written by @antoniofonseca

terça-feira, 1 junho, 2010 at 11:15 am

Publicado em Windows

Tagged with , , ,

Segurança e a Microsoft

leave a comment »

Dica de leituraSegurança e Microsoft (Linux Magazine)

Tire as suas próprias conclusões. Eu por exemplo sugiro alterar a última frase de:

“Ou migre para Linux! É mais fácil e custa menos.”

Para:

Ou migre para alguma plataforma que não apresente problemas crônicos que beiram a inviabilidade. Duas opções excelentes são o Mac ou o PC com Linux.

Written by @antoniofonseca

sexta-feira, 4 setembro, 2009 at 11:29 pm

Publicado em Linux, Mac OS X, Windows

Tagged with , , , ,

Google Chrome OS, o sistema operacional da Google

with 3 comments

ChromeCom um post no blog oficial da Google, Sundar Pichai (VP Product Manager) e Linus Upson (Engineering Director) revelaram ao mundo no dia de ontem (07/07) que a gigante de Mountain View trabalha de fato no desenvolvimento de um sistema operacional.

Dentre os vários fatores, acredito que estes foram determinantes para essa decisão:

1- Linux é um kernel maduro
2- Android começa a decolar
3- Sucesso das aplicações web da empresa
4- Amadurecimento da tecnologia para desenvolvimento de aplicações web – leia-se viabilidade de aplicações ricas e complexas
5- Abordagem de segurança utilizada no Chrome se mostrou efetiva
6- Desafios enfrentados com o desenvolvimento do Chrome no Linux – começa a fazer mais sentido desenvolver uma solução própria
7- O alinhamento com os parceiros para o hardware deve-se provavelmente pela experiência com a OHA e certamente foi motivado pelo crescente interesse da indústria em utilizar Android para netbooks
7- Empanar o brilho do lançamento do Windows 7

Mais profundamente a iniciativa siginifica “repensar o que deveria ser um sistema operacional” nos dias de hoje.

Também não devemos esperar que algo seja demonstrado de imediato, ou mesmo que alguma coisa já esteja pronta para uso. Assim como todos os outros produtos da Google este deve experimentar um ciclo sólido porém não muito rápido de desenvolvimento. Atrasos no lançamento e indisponibilidade dos equipamentos no mercado também não deveriam surpreender ninguém.

É isso!

PS: O anúncio ocorreu no dia 07/07 e possivelmente essa não foi uma escolha ao acaso.

Written by @antoniofonseca

quarta-feira, 8 julho, 2009 at 8:04 pm

Publicado em Chrome, Google, Windows

Tagged with , ,

Segurança vs Windows em tempos de Conficker

leave a comment »

Written by @antoniofonseca

sábado, 11 abril, 2009 at 10:14 am

Dell Studio XPS 435

leave a comment »

Que tal um destes, heim?

xps435rightangletop_5f00_12005799

Dell XPS 435

  1. Core i7 Quad Core processors, including the 920, 840 and 965 Extreme Edition
  2. Up to 24GB Tri-channel DDR3 memory via 6 DIMM slots
  3. A range of ATI graphics cards including the Radeon HD3450, HD3650 HD4670, HD4850 and HD4870
  4. Up to a total of 4.5TB in 3 hard drive bays
  5. A slew of external connectivity ports including 8 external USB 2.0 ports, Firewire and eSATA
  6. A 475-watt power supply

E logo me ocorre a enorme discrepância atual entre o avanço alcançado com o hardware versus a letargia que tomou conta do software na plataforma PC (em grande parte culpa de quem?).

Simplesmente não existe um sistema operacional à altura da tarefa de colocar essa maravilha para funcionar em todo o seu esplendor.

As apostas mais próximas são:

# Vista em sua encarnação de 64bits, porque dentre outras coisas a versão “normal”  de 32bits não é sequer capaz de reconhecer míseros 4GB de RAM. Sistema operacional não basta, cadê o software de 64bits maduro capaz de tirar proveito de tamanha potência sob a plataforma Windows?

# GNU/Linux – sim, Linux é melhor pedida. Infelizmente algum malabarismo ainda será necessário para explorar tudo o que a máquina pode oferecer, especialmente se estamos falando de jogos. Ainda assim é o único SO de 64bits, para usuário final, “oficialmente” capaz de dar conta do serviço.

Nestas horas fico pensando como faz falta um Mac OS X para PC!

Quem sabe no futuro próximo o Ubuntu pode se tornar uma resposta segura para essa questão.

Written by @antoniofonseca

sábado, 28 fevereiro, 2009 at 4:05 pm

Publicado em Linux, Mac OS X, PC, Tecnologia, Windows

Tagged with , , ,

Ballmer exibe números interessantes sobre penetração de mercado de diversas plataformas

leave a comment »

Ballmer (em reunião com analistas na semana que passou, em NY) exibide dados que na minha opinião são mais representativos e fiéis a realidade atual da indústria, do que qualquer outra pesquisa já publicada. Em especial no que diz respeito a penetração de mercado de sistemas operacionais e navegadores web.

Vejamos o gráfico:

27-slide_ballmer

Fica nítido o potencial estrago que o Linux pode causar nos negócios da Microsoft, muito mais do que o Mac. Ocorre que provavelmente uma expressiva parte destes números representa uso dos sistemas dentro das empresas, ou seja, se somarmos a participação do Mac nas residências e dentro das empresas, segundo o gráfico do Ballmer, ela ainda é menor do que a participação atual do Linux! Pensando bem, é bastante razoável vocês não acham?

Mais do que razoável. Especialmente levando em conta um outro dado, o próprio Steve Jobs (CEO da Apple) não esconde de ninguém que ele acredita que a Apple perdeu para a Microsoft a briga pela computação nos escritórios e isso aconteceu antes mesmo do seu retorno para o comando da empresa em 1997.

Portanto, Jobs hoje direciona toda a energia da Apple para a estratégia de substituir o Windows, pelo Mac, como a plataforma de computação pessoal preferida. E o pessoal de Cupertino está obtendo um sucesso inédito com essa inicitiva.

Some-se a isso o fato de que o Linux ainda é uma plataforma muito fragmentada, representada por múltiplas distribuições e sem uma padronização mais abrangente (excessões à parte).

Vejamos também a penetração de outra variante de software open source, o Mozilla Firefox. Segundo o gráfico do Ballmer sua participação ocupa quase 1/4 da imagem!

É importante levar em consideração o fato de que estamos falando de um software que não é distribuído com o Microsoft Windows (líder incontestável no mercado de sistemas operacionais, dentro e fora das empresas). Ou seja, é necessário que o usuário que deseja utilizá-lo decida instalar o navegador de alguma forma no sistema que utiliza (notadamente seja feita uma excessão a plataforma Linux, pois a maioria das distribuições já adotam o Firefox como navegador padrão)

A única referência a origem dos dados presentes nesse gráfico encontra-se no rodapé da imagem e informa de tratar de uma análise interna da Microsoft.

No entando, levando-se em conta que a Microsft sabem muito bem quantas licenças do Windows já vendeu e que não ganhariam nada inflando os números da concorrência, reitero que acredito se tratar de uma uma material revelador e bastante próximo da realidade atual do mercado.

Para encerrar, vou compartilhar um pensamento que me ocorreu: o Ballmer mesmo quando acerta, parece errar! Até menos quando estão em jogo os interesses da empresa que ele comanda.

Antes que eu esqueça, vale desconsiderar a declarações dele no que se refere a RIM e principalmente ao iPhone, é apenas despeito. E comparar o Windows Mobile com o Android soa mais como uma tentativa de dizer que a plataforma da Microsoft ainda possui alguma sobrevida.

Leia também: Ballmer sees Mac as a main competitor, iPhone as just buzz – AppleInsider

Written by @antoniofonseca

sábado, 28 fevereiro, 2009 at 10:33 am

Publicado em Linux, Mac, Microsoft, Windows

Tagged with , , , ,

Microsoft oferece dinheiro pela identidade do criador do Conficker

leave a comment »

Desde o Blaster não se via uma praga se alastrar tão rápido no fértil campo de vulnerabilidades representado pelo Microsoft Windows. E com uma medida claramente desesperada a Microsoft está oferecendo a recompensa de $250,000 pela identidade do criador do Conficker, um malware que explora uma vulnerabilidade do Windows Server service (SVCHOST.EXE).

Algumas estimativas apontam que desde outubro do ano passado o Conficker já comprometeu um número entre 10 e 15 milhões de máquinas com o Microsoft Windows.

Até o FSB já está tirando onda com mais esse vexame para o pessoal de Redmond.

É isso meus caros amigos, quem gerencia uma rede de médio ou grande porte com o Microsoft Windows realmente sabe o significado da palavra “pesadelo”.

Written by @antoniofonseca

domingo, 15 fevereiro, 2009 at 9:24 pm

Publicado em Microsoft, Windows

Tagged with , , ,

%d blogueiros gostam disto: