asf@web

Tecnologia, Informação e Expressão

Windows 7 (3)

with 9 comments


Estive pensando, sabe o que poderia fazer sentido para o atual momento da Microsoft? Adotar um kernel BSD e daqui a alguns meses lançar um sistema operacional bom de verdade.

Essa decisão poderia ser o primeiro passo para a empresa se livrar da insegurança e inconsistência que hoje minam completamente a plataforma Windows.

Seria pedir demais? Talvez não.

Porém caso o Windows 7 venha a ser um sucesso comercial, daqui a bem pouco tempo é possível que as mesmas pessoas que hoje escrevem sobre a inviabilidade do Windows a longo prazo, dentre outras coisas por causa do Vista, façam de conta que nunca disseram tal coisa.

E todos seguirão adiante pensando que não existe solução real para tantos vírus, worms, spywares e inconsistências com as quais já se acostumaram.

Simplificando: um futuro pior, mas perfeitamente possível de evitar.

Leia também: Windows 7 (2), asf@web

Written by @antoniofonseca

domingo, 18 janeiro, 2009 às 8:13 pm

Publicado em Microsoft, Opinião, Windows

Tagged with ,

9 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Meu caro, acredita que hoje tive tela azul no windows 7, rodando em máquina virtual? hehehehe!!!

    Sua sugestão é bem interessante, pena que a microsoft jamais faria isso…

    abraços.

    Nelson Biagio Junior

    domingo, 18 janeiro, 2009 at 11:36 pm

  2. Infelizmente, não é mesmo?

    ASF

    segunda-feira, 19 janeiro, 2009 at 1:00 am

  3. Até cortejam a idéia com distrações como esse tal ‘singularity’. Mas são covardes, cautelos, cegos ou obtusos demais para ir adiante.

    ASF

    segunda-feira, 19 janeiro, 2009 at 1:06 am

  4. Olá ASF concordo com a sua opnião de uma adoção BSD, mas seria muito feio para a MS declarar isso em publico?
    Dizer:
    Amigos usuários vamos modificar o nosso sistema! Mudaremos a nossa plataforma real para uma mais segura. O seus aplicativos que vocês mais gostam de usar para trabalhos e outros fins não serão mais suportados!

    Imagine o boom que isso iria trazer!
    Se isso acontecer deve-se esquercer todas as versões win32 e fazer uma usando o BSD como mencionado no post!

    Leonardo Barros

    sábado, 31 janeiro, 2009 at 7:42 am

  5. Leonardo,

    A coisa não precisa funcionar exatamente dessa forma, explico: a MS poderia adotar um kernel BSD e ao fazer isso não há a necessidade de romper com a compatibilidade do legado.

    O kernel é apenas uma parte do sistema operacional. Boa parte da compatibilidade com a Win32 (API/arquitetura) poderia ser mantida através de emulação e recursos de virtualização existentes em qualquer CPU moderna compatível com x86 (Intel e AMD).

    Coisa semelhante fez a Apple ao mudar do OS 9 para o OS X (baseado em UNIX/kernel BSD). Sem qualquer ruptura drástica. Até mesmo com a mudança de CPU (“incompatibiliade” binária) de PowerPC para Intel.

    No caso da Apple a carta na manga foi essencialmente a criação de duas APIs no novo sistema, Carbon (para compatibilidade com o legado) e Cocoa, um moderno framework de desenvolvimento orientado a objetos.

    Veja o que isso permitiu a Apple, um crescimento extraordinário nos últimos 5 anos.

    Agora imagine o que a solução dos problemas históricos de inconsistência e insegurança do Windows poderiam proporcionar a Microsoft!

    Na minha modesta opinião o que está faltando mesmo é visão, competência e humildade no comando da empresa.

    ASF

    sábado, 31 janeiro, 2009 at 11:58 am

  6. … e eu ainda vou mais longe: imagine o que a MS poderia alcançar se resolvesse abrir o framework .Net para outras plataformas além das amarras do Windows!?

    Definitivamente jogar no lixo a bagunça que se tornou a Win32.

    Esta seria uma guinada fantástica e benéfica tanto para a MS quanto para toda a indústria.

    Da parte da MS, por exemplo, não haveria mais a necessidade manter o usuário aprisionado contra a sua vontade no sistema reconhecidamente frágil e inchado que se tornou o Windows.

    Para os desenvolvedores por sua vez, seria ótimo poderm desenvolver de maneira transparente para qualquer plataforma (coisa semelhante ao que é permitido pelo Java e não pelo .Net) como o conhecimento que já possuem.

    Infelizmente tudo indica que a MS tem receio de concorrer segundo regras justas e equivalentes para todos.

    Ela prefere manter a indústria sob o julgo do Windows como plataforma dominante, porque dessa maneira fica a vontade para chantagear e sabotar quem ela desejar.

    Faz tempo que perdi completamente o respeito pela MS.

    ASF

    sábado, 31 janeiro, 2009 at 12:12 pm

  7. Digo que não sabia que poderia manter a compatibilidade mesmo trocando o kernel.
    Gostei de saber isso!

    Leonardo Barros

    sábado, 31 janeiro, 2009 at 1:27 pm

  8. Olá Antõnio, você falou sobre ir mais longe, mas não sei se você sabe que o .net é open source há mais de um ano, você pode até depurar no Visual Studio por ele, e existem equipes da Novel trabalhando com a Microsoft para liberar versões mais atuais do framework para Linux, assim como existe uma equipe na própria MS trabalhando nisso para o Mac.

    http://weblogs.asp.net/scottgu/archive/2009/02/11/moonlight-1-0-release.aspx

    O caso é que sempre se quer mais, e numa organização do tamanho da MS, as coisas nunca andam tão rápido como gostaríamos, mas vejo diversas mudanças pra melhor desde iniciei minha carreira e acompanho TI sob esse prisma profissional. E vejo que tem gente na MS que tem visões diferenciadas a respeito, mas tudo tem seu tempo. A MS ainda tem alguma lenha pra queimar (uma vez falei isso pra você) até ela iniciar uma estratégia de reinvenção da empresa.

    Olavo

    segunda-feira, 23 fevereiro, 2009 at 2:07 am

  9. Olavo,

    Creio que a MS abriu o código das bibliotecas dentro da iniciativa shared source, não é isso?

    O problema com o shared source é a dificuldade em contribuir diretamente no software. O que tornará o modelo de desenvolviment do .Net semelhante ao que acontecia com o Java no passado.

    Quanto a uma re-invenção da MS penso que a principal dificuldade está na maneira de pensar vigente no primeiro escalão. E essencialmente no fato de terem colocado no comando da empresa um cara de vendas.

    A cada ano fica mais evidente o distanciamento da MS de uma cultura em torno de produtos e da qualidade. O Vista é prova incontestável disso. E o problema apenas se agrava independente das iniciativas isoladas, claramente um produto de esforços de pessoas que pensam diferente dentro da corporação.

    A MS deve gastar hoje quase a mesmas coisa em publicidade sem foco e P&D. E na área de P&D faz anos que os MS Researchs obtém bem pouco sucesso em trazer suas linhas de pesquisas para realmente inovar com o software da gigantes, aquilo que consegue ver a luz do dia são apenas soluços de inovação.

    Você quer um exemplo incontestável de que existe alguma coisa profundamente errada com a Microsoft? A Apple gastou menos com o desenvolvimento do iPhone do que a MS investiu na campanha publicitária para o lançamento do mal fadado Windows Vista.

    Não sou anti-Microsoft, apenas me desagrada o efeito nocivo de suas práticas na indústria. Sinceramente gostaria de ver uma Microsoft renovada, com verdadeiro compromisso com usuários e clientes, não mais com essa postura desonesta e oportunista.

    ASF

    segunda-feira, 23 fevereiro, 2009 at 1:00 pm


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: