asf@web

Tecnologia, Informação e Expressão

Mais do execrável comportamento da velha monopolista

with 5 comments


Depois de copiar descaradamente o BlueJ (sem qualquer referência ou reconhecimento a seus autores), agora a Microsoft, em uma atitude execrável, solicita uma patente para si.

Se você tiver um estômago forte leia mais sobre o caso aqui.

Para quem não conhece, BlueJ é uma IDE multiplataforma para ensino de programação orientada a objetos e Java para iniciantes, desenvolvida pela Universidade de Kent e Universidade Deakin com suporte da Sun Microsystems. O BlueJ é um projeto acadêmico iniciado em 1998 que sempre esteve disponível para uso gratúito, sem fins lucrativos.

Quem acompanhou o caso desde 2005 já supeitava que isso acabaria dessa forma.

Written by @antoniofonseca

domingo, 28 janeiro, 2007 às 3:23 pm

Publicado em Info, Opinião

5 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Caro Antonio,

    Acompanhando os links que você enviou, o que eu vi foi o seguinte caso:

    1. A Microsoft deu entrada com um pedido de patente para uma funcionalidade que já existia há anos no BlueJ.

    2. O principal autor do BlueJ reclamou disso em um post no seu blog e envia e-mails para a Microsoft.

    3. Em poucas horas a Microsoft admitiu o erro, pediu desculpas e retirou o pedido (http://blogs.msdn.com/danielfe/archive/2007/01/28/update-response-to-bluej-patent-issues.aspx).

    4. O principal autor do BlueJ então agradece (http://www.bluej.org/mrt/?p=23), e ainda afirma:

    “Also, all the individual people from Microsoft I have heard from (either directly or via a public statement) have been professional, friendly, and reasonable.”

    Não entendo por que você chama isso de “comportamento execrável”, e avisa aos seus leitores para ter “estômago forte”. Este tipo de retórica só causa prejuízo a quem a usa.

    Abracos, – Fernando Cima

    Fernando Cima [Microsoft]

    segunda-feira, 29 janeiro, 2007 at 9:43 am

  2. Caro Fernando,

    Obrigado por sua participação.

    Parto da premissa de que não parece ético entrar com um pedido de patente para uma funcionalidade desenvolvida por terceiros, funcionalidade esta que já faz parte de um produto relativamente bem conhecido dentro de um segmento específico do mercado. Posso garantir que não sou o único a pensar dessa maneira e suspeito inclusive que essa é também a posição da Microsoft.

    Mas além do exposto acima existe também a questão da incorporação da tal funcionalidade a um produto comercial sem os devidos créditos a seus autores. Como os fatos parecem indicar e as pessoas parecem acreditar independente da minha opinião pessoal.

    Mas é ótimo que a Microsoft esteja admitindo o erro, como aliás não poderia ser diferente. E como você mesmo disse, isso fica claro através da leitura dos links que EU indiquei aqui!

    Para finalizar gostaria de te dizer que não ficou muito claro para mim o verdadeiro sentido do último parágrafo de sua colaboração: “Este tipo de retórica só causa prejuízo a quem a usa.” Isso seria algum tipo de ameaça? Bem, espero que não.

    Um abraço,

    ASF

    ASF

    segunda-feira, 29 janeiro, 2007 at 10:25 am

  3. Oi Antonio,

    >Isso seria alguma forma de ameaça?

    Claro que não. Apenas quis dizer que quem exagera na retórica acaba perdendo a credibilidade. Relaxe e desarme o seu espírito.

    Abracos,

    – Fernando Cima

    Fernando Cima [Microsoft]

    segunda-feira, 29 janeiro, 2007 at 10:53 am

  4. Achei uns errinhos, tais quais: “discaradamente” e “estômado”, além de uma vírgula ausente e uma discordância verbal na última frase.

    O comentário sobre o assunto parece encerrado, então acho que vou me abster😛

    Eduardo Costa Lisboa

    terça-feira, 30 janeiro, 2007 at 7:40 am

  5. Olá Eduardo,

    Muito obrigado pelas correções, elas já foram aplicadas. Espero que agora tenha ficado um pouco melhor!🙂

    Por favor, se você sentir que há alguma a ser acrescentada fique a vontade.

    Minha proposta para este espaço é que ele seja o mais aberto e democrático possível para a troca de informações o debate de idéias. Acho que o próprio Fernando sabe disso.

    Abraço,

    ASF

    ASF

    terça-feira, 30 janeiro, 2007 at 10:01 am


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: