asf@web

Tecnologia, Informação e Expressão

Opinião de Cesar Brod sobre o acordo entre Microsoft e Novell

with 2 comments


Pedi a opinião de Cesar Brod sobre o acordo entre Microsoft e Novell, e transcrevo ela aqui na íntegra.

Acho que Cesar Brod dispensa apresentações, dentre outras coisas ele é o idealizador e um dos fundadores da Solis, é membro da iniciativa “Linux around the World” de Jon “maddog” Hall e recentemente ficou entre os três finalistas para o Free Software Award, junto com Andrew Tridgel (Samba) e Theo de Raadt (OpenBSD) que ficou com o prêmio.

— Início da mensagem —

Olá Antônio!

Tenho acompanhado de perto as iniciativas da Microsoft com o modelo de negócios de código livre e aberto. Há alguns meses participei de um evento da empresa em Boston, onde tive a oportunidade de perguntar ao Steve Ballmer se a competição com softwares livres foi o que fez com que a MS começasse uma mudança para um modelo de “software como serviço”. Ele respondeu-me que considera a competição com o software livre da mesma forma que considera a competição com outras empresas
como Oracle e Novell: “Haverá momentos onde vamos cooperar e momentos onde vamos competir”.

Assim, esta parceria com a Novell parece-me coerente com as demais ações da Microsoft, mas talvez esta seja a de impacto mais visível para o grande público. Não faz muito tempo a Microsoft investiu no jBoss, no SugarCRM e há pouco mais de um mês trabalhou com a fundação Mozilla para garantir que seus softwares rodassem bem no Vista. Agora, explicitamente, anuncia um acordo de suporte ao SuSE Linux neste acordo com a Novell.

O que é mais interessante, na minha opinião, é ver como o software livre tem o poder de permear entre a competição. Quem imaginaria, há poucos anos, que a Novell e a Microsoft dariam o suporte a uma distribuição Linux? Mas isto é muito natural! As empresas que permanecem no mercado são as que têm a dinâmica e o entendimento de que não é um determinado produto que irá satisfazer seus clientes, mas sim a solução que melhorará o seu negócio, sua lucratividade e seu poder de competição.

Com a área de TI assumindo uma importância cada vez maior dentro das empresas, é natural também que as mesmas tornem-se cada vez mais exigentes e participantes na construção das soluções que necessitam para a melhoria de seus negócios. Obviamente o conhecimento do código fonte dos sistemas que utiliza permite a ampliação desta participação.

As empresas já usam plataformas mistas na composição de suas soluções. Isto é fato. Assim como é fato (seja real ou percepção) de que há ainda uma falta de suporte para ambientes de software livre. A Microsoft já construiu um nome e uma tradição que a permite colocar uma estrutura de suporte e garantir a seus clientes a tranqüilidade na escolha de uma solução que não envolva apenas os seus produtos — isto já acontece há tempos no que se refere a aplicativos e agora passa a acontecer também com sistemas operacionais.

Lembro ainda de uma conversa com o Bill Hilf, que coordena o laboratório open source da Microsoft. Quando o WiX (o criador de instalações Next, Next, Install da Microsoft) foi liberado, o primeiro
projeto a utilizá-lo foi o MySQL. Isto fez com que esta base de dados se popularizasse ainda mais, a ponto de hoje existir mais MySQLs rodando no Windows do que em outros sistemas operacionais. Alguém da Microsoft insinuou que eles estariam “entregando o ouro aos bandidos”
ao permitir o aumento da competiçâo contra a sua própria base de dados, o MS SQL Server. O Bill respondeu a isto afirmando que se era um simples instalador que os faria perder o poder de competição, então haveria algo de errado com o produto que comercializavam.

Eu poderia ir mais adiante, mas minha resposta ao teu e-Mail já virou uma bíblia (e olha que ao reler fui reduzindo ao máximo à essência da minha opinião). Claro que pode publicar! Desde sempre, tudo o que sai da minha boca ou que vai direto da minha cabeça para o papel é “share-alike”. Como me disse uma vez o Peter Salus — grande mestre — “pode fazer bom ou mau uso de qualquer coisa que eu diga ou mesmo escrever o que eu não disse, já descobri que palavras são filhos rebeldes mesmo…”

Abração!

Cesar

— Fim da mensagem —

Cesar, muito obrigado pela contribuição.

Written by @antoniofonseca

sábado, 4 novembro, 2006 às 12:14 pm

Publicado em Info

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Caros/as

    As notícias da imprensa que tenho acompanhado nos últimos 6 anos não estão de acordo com a declaração de Ballmer citada acima de que “Haverá momentos onde vamos cooperar e momentos onde vamos competir”.

    Estou me referindo aos vários processos judiciais contra a Microsoft em diversos países (União Européia, etc.) por práticas monopolistas.

    Onde está a competição?

    Lamentavelmente vários processos judiciais são encerrados através de acordos financeiros em que a Microsoft oferece milhões e milhões de dólares como indenização para os donos das empresas que faliram devido a práticas monopolistas. Esses milhões e milhões de dólares na verdade são migalhas do banquete das práticas monopolistas.

    Uma multa diária de três milhões de euros da União Européia poderia ser paga durante os próximos 25 anos com o dinheiro que a Microsoft tem hoje em caixa. Fonte: http://idgnow.uol.com.br/mercado/2006/07/12/idgnoticia.2006-07-11.2100057063/IDGNoticia_view .

    Bom, quanto aos momentos em que a Microsoft vai cooperar, segundo a delaração citada acima do Ballmer, não tenho nada a dizer. Ele não deve estar se referindo às doações “humanitárias” da Fundação Bill e Melinda Gates. Talvez ele também acredite que essas doações seja migalhas…

    Abração!

    Paulo Francisco Slomp

    terça-feira, 7 novembro, 2006 at 12:54 am

  2. […] Algumas opiniões que pipocaram na Web esses últimos dias sobre o anúncio da Novel/MS: Cesar Brod e Miguel de Icaza Quanto a opinião de Daniel aí embaixo, só me resta concordar. O que isso vai trazer, só o tempo dirá. […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: